Eddie Van Halen: o disco ao vivo e os planos para o próximo álbum de estúdio

Publicado por iRadio em Entretenimento

Publicado em 05 de abril, 2015 | Nenhum Comentário

O texto abaixo foi retirado em sua íntegra do site Rolling Stone

O Van Halen lançou nesta semana o disco Tokyo Dome Live in Concert, a primeira coleção ao vivo da banda com David Lee Roth no microfone. Em entrevista ao Washington Times, Eddie Van Halen revelou por que o grupo finalmente decidiu tomar esse passo, falou do atual relacionamento com Roth e ainda dos planos do Van Halen de entrar em estúdio para gravar o sucessor de A Different Kind of Truth, de 2012.

Gene Simmons teve que convencer Eddie Van Halen a não entrar para o Kiss.

“Estávamos tentando descobrir o que fazer já que não tínhamos tempo pra realizar gravações em estúdio”, Eddie diz sobre o trabalho ao vivo. Por um breve período, o guitarrista considerou remixar o original do demo de 25 músicas do Van Halen, mas as fitas sumiram e tentativas de remasterizar antigas gravações alternativas sugaram toda a energia. “Então, nós decidimos, ‘por que não um disco ao vivo?”

Fita cassete gravada por Kurt Cobain aos 21 anos reuniu Beatles, Van Halen, Cher e sons de vômito; ouça.

“Antigamente, para fazer um ao vivo você precisava ter um caminhão te seguindo para todo lado e toda a encheção de saco que vem junto com isso. Sem falar do dinheiro que isso custa. Hoje em dia, temos o programa Pro Tools equipado por um console e simplesmente deixamos ele rodando a noite toda.”

Van Halen promove a paz mundial em episódio de South Park; assista.

“Quando surgiu a ideia de fazer um álbum ao vivo, nenhum de nós queria sentar e ouvir 200 shows para escolher o melhor. Então, deixamos isso com David e ele disse, ‘O que vocês acham de Tokyo Dome?’. Falamos que estava ok. O bônus daquela apresentação é que não tinha uma cerimônia de abertura. Então, tocamos muito mais. É um show de umas duas horas”.

David Lee Roth aparece como assassino em curta-metragem japonês; veja.

Devido à tumultuada história de Eddie Van Halen com Roth, o estado do relacionamento deles sempre irá ditar quanto essa união vai durar. Por enquanto, os fãs podem respirar tranquilos.

“Ele está sempre fora fazendo as coisas dele. O relacionamento sempre foi o mesmo, de verdade. Só porque ele saiu em 1985 para seguir em carreira solo, a imprensa eu acho que fez um escarcéu sobre a deterioração da nossa relação mais do que nós mesmos fizemos, entende? Quando Wolfgang (filho de Eddie) se juntou à banda, ele foi responsável por chamar Dave e trazê-lo de volta”.

As coisas estão indo tão bem que, após a atual turnê, o Van Halen vai “provavelmente se enfurnar e fazer um disco de estúdio”. “Nós certamente temos material suficiente. Essa é a única forma como isso pode ser feito”, Eddie diz, apesar de expressar certa frustração pelos fãs não estarem tão interessados em ouvir as novas canções quanto para ouvir “Panama”.

“Nós lançamos [A Different Kind of Truth ] em 2012. Mas aí você vai para o palco, toca aquelas música e a plateia te olha meio, ‘O que é isso?’ Eles querem mesmo é ouvir os clássicos. É uma faca de dois gumes…Talvez daqui a dez anos as coisas de A Different Kind of Truth sejam consideradas clássicas e as pessoas queiram ouvi-las”.

Compartilhe

Sobre iRadio

O som da sua vida! Uma webrádio online 24 horas por dia, desde 2003! Programação jovem e variada, com o melhor da música dos últimos 10 anos.

Ver outros posts de iRadio

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: Eddie Van Halen: o disco ao vivo e os planos para o próximo álbum de estúdio
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário