Mata-mata não empolga, e clássicos têm queda de público em Minas e Rio

Publicado por iRadio em Esportes

Publicado em 13 de abril, 2015 | Nenhum Comentário

iG São Paulo

Rio e Minas registraram queda de público nos clássicos, e só o Paulistão parece ter empolgado, com dois recordes de público

As fases decisivas dos campeonatos estaduais tiveram três clássicos neste final de semana, dois no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais. E nos dois Estados o torcedor não mostrou muita empolgação com o mata-mata. Em ambos os casos, os públicos dos jogos ficaram abaixo do esperado, menores do que em outras ocasiões menos importantes.

No Campeonato Carioca, que registrou os maiores públicos do ano até agora, tanto Vasco x Flamengo quanto Fluminense x Botafogo tiveram números bem inferiores aos dos jogos da primeira fase.

Leia mais: Paulistão pega fogo, e rodada histórica de clássicos deve incendiar ainda mais

Torcida do Palmeiras nas quartas do Paulista

Torcida do Palmeiras nas quartas do Paulista

Foto: Reprodução

Lance da partida entre Fluminense e Botafogo

Lance da partida entre Fluminense e Botafogo

Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.

Corinthians comemora gol de Renato Augusto sobre a Ponte Preta no Paulistão

Corinthians comemora gol de Renato Augusto sobre a Ponte Preta no Paulistão

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Fred comemora gol do Fluminense sobre o Botafogo

Fred comemora gol do Fluminense sobre o Botafogo

Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.

Rogério Ceni comemora gol do São Paulo sobre o Red BUll

Rogério Ceni comemora gol do São Paulo sobre o Red BUll

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Pato

Pato

Foto: Rubens Chiri/São Paulo

Fred marca para o Fluminense

Fred marca para o Fluminense

Foto: Nelson Perez/FluminenseF.C.

Renato Augusto chuta para o Corinthians diante da Ponte Preta

Renato Augusto chuta para o Corinthians diante da Ponte Preta

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Emerson no Corinthians x Ponte Preta

Emerson no Corinthians x Ponte Preta

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Lance do clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro

Lance do clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro

Foto: Bruno Cantini/Flickr Clube Atlético Mineiro

Gremistas comemoram gol de Giuliano sobre o Juventude pelo Gauchão

Gremistas comemoram gol de Giuliano sobre o Juventude pelo Gauchão

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Rodrigo e Alecsandro disputam a bola no clássico entre Vasco e Flamengo no Maracanã

Rodrigo e Alecsandro disputam a bola no clássico entre Vasco e Flamengo no Maracanã

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Robinho e Ricardo Oliveira comemoram gol do Santos sobre o XV de Piracicaba

Robinho e Ricardo Oliveira comemoram gol do Santos sobre o XV de Piracicaba

Foto: Ricardo Saibun/Santos FC

Na primeira fase, o clássico Flamengo x Vasco registrou o maior público da competição, com 51.085 pagantes no dia 22 de março. Neste domingo, apenas 21.289 torcedores pagaram para ver Vasco 0 x 0 Flamengo. Com isso, a renda também despencou, de R$ 2,5 milhões para R$ 1 milhão.

O mesmo aconteceu no clássico de sábado, Fluminense 2 x 1 Botafogo. O mesmo duelo, então pela primeira fase, teve 21.795 pagantes no dia 8 de março, com renda de R$ 694,6 mil. Neste sábado, a renda foi quase a mesma, resultado do preço maior dos ingressos: R$ 654,4 mil. Mas o público foi um terço menor, 14.424 pagantes. 

No Campeonato Mineiro, o público no Independência foi bom para Atlético-MG 1 x 1 Cruzeiro, com 16.153 pagantes. Na primeira fase, as equipes se enfrentaram no Mineirão, que é maior e teve público de 34,412 torcedores. Na primeira fase de 2014, porém, os times também duelaram no Independência, que recebeu 18.231 pagantes. E, na final daquele ano, no mesmo estádio, o público foi de 22,342. 

A exceção foi o Campeonato Paulista, mesmo sem ter clássicos. A torcida do São Paulo, com o time em crise, decepcionou e levou apenas 18.221 pagantes ao Morumbi diante do Red Bull. Palmeirenses e corintianos, porém, registraram os dois melhores públicos do campeonato.

Na Allianz Arena, o Palmeiras venceu o Botafogo-SP por 1 a 0, às 11h da manhã, diante de 35.437 torcedores, uma renda de R$ 2,5 milhões. Já Corinthians 1 x 0 Ponte Preta, sábado, no Itaquerão, teve 32,438 pagantes e renda de R$ 2,3 milhões.




* Este texto foi retirado do site iG Esporte: Notícias, Vídeos, Fotos, Colunas e Tabelas e pode ser encontrado em http://ig.esporte.feedsportal.com/c/33513/f/637136/s/4557734a/sc/24/l/0Lesporte0Big0N0Bbr0Cfutebol0C20A150E0A40E130Cmata0Emata0Enao0Eempolga0Ee0Eclassicos0Etem0Equeda0Ede0Epublico0Eem0Eminas0Ee0Erio0Bhtml/story01.htm

Compartilhe

Sobre iRadio

O som da sua vida! Uma webrádio online 24 horas por dia, desde 2003! Programação jovem e variada, com o melhor da música dos últimos 10 anos.

Ver outros posts de iRadio

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: Mata-mata não empolga, e clássicos têm queda de público em Minas e Rio
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário