“Dilma cedeu os anéis para não entregar os dedos”

Publicado por iRadio em Mundo

Publicado em 13 de abril, 2015 | Nenhum Comentário

O texto abaixo foi retirado em sua íntegra do site Último Segundo, do portal iG.

Luciana Lima

Para analistas políticos, mudança na articulação explicitou enfraquecimento da presidente, que pode se tornar refém da sigla aliada

A opção de Dilma Rousseff de entregar a articulação política ao PMDB explicitou a imagem enfraquecida da própria presidente e do PT no comando do país. Para especialistas, Dilma foi obrigada a “ceder os anéis para não perder os dedos” e, caso não consiga reagir, tende a passar o resto do mandato refém do maior partido aliado. 

A difícil situação de Dilma, segundo os estudiosos, é consequência da sequência de “erros políticos” cometidos pela presidente e pelo PT desde as eleições. Embora acreditem que a decisão foi acertada, eles entendem que ela pode, agora, não surtir efeitos desejados devido ao avanço do desgaste de Dilma e do governo. 

Leia também:

Lula entra em campo para ajudar Dilma com PMDB

Temer e Renan isolam Eduardo Cunha na cúpula do PMDB. Mas o presidente da Câmara reage

Mesmo com mudanças no governo, PMDB age para “sangrar” Dilma

“A meu ver, entrar neste tipo de acordo com o PMDB é ceder os anéis para não perder os dedos. Acho que esta é a metáfora que a gente pode usar e que faz sentido neste momento”, aponta o cientista político Cláudio Gonçalves Couto, professor do Departamento de Gestão Pública da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP) e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). “Eu acho que nunca vi um presidente em um período tão curto de tempo de seu mandato, considerando aí o segundo mandato, tão fraco”, observou Couto. 

“Na verdade, a gente vê cada vez menos um governo do PT e mais um governo da coalizão, sobretudo do PMDB dentro desta coalizão”, diz o professor. “Diante de um Executivo muito fraco que não consegue ter uma maioria sólida no Legislativo, o governo acaba nas mãos de quem controla a direção do Poder Legislativo. É isso que a gente vê agora”, destacou Couto, que considera a atitude da presidente acertada em meio às condições em que ela se encontra, em meio a uma crise de imagem e política.

O cientista político Humberto Dantas também acha que Dilma acertou em dar ao PMDB participação no núcleo duro do governo e colocar a articulação nas mãos de Temer. Para ele, a presidente cometeu uma série de erros principalmente no início do segundo mandato, equívocos que “certamente” provocariam os problemas políticos pelos quais passa hoje a presidente.

“Onde ela leu que isso ia dar certo? Eu juro que eu queria conversar com a pessoa que disse pra ela assim: tranquilo, relaxa que vai funcionar”, questionou Dantas, professor do Instituto Superior de Pesquisa e Ensino (Insper) e da Fundação Escola de Política e Sociologia de São Paulo (FESP-SP).

Na sequência de erros apontada por Dantas está a formação do núcleo duro do governo somente com ministro petistas, o fato do PT não abrir mão de disputar a presidência da Câmara e lançar candidato contra o aliado, além do estimulo à ideia de criação de partidos que poderiam servir de alternativa ao PMDB dentro da coalizão. 

Em dezembro do ano passado, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, teria tratado sobre a recriação do antigo PL com o hoje ministro das Cidades, Gilberto Kassab. Além disso, Mercadante também tratou com o ex-ministro da Educação Cid Gomes, sobre a ideia de articular uma frente de partidos de apoio à presidente. Esta ideia foi apresentada pelo próprio Cid como uma alternativa ao Planalto com objetivo de sair da condição de refém do PMDB.

“Estes três movimentos se equivalem, em termos de impacto, a colocar um elefante andando em cima de uma palafita”, comparou. “Será que o PT achou que ninguém fosse ler isso?”, questionou.

Eficácia

O problema é que Dilma, com sua atitude, muito provavelmente não conseguirá apaziguar uma banda do PMDB e de outros partidos formada por deputados seguidores do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Entre peemedebistas, a avaliação é de que Cunha é o único político do partido a apresentar um projeto claro, o de se cacifar para disputar a sucessão de Dilma em 2018.

Alguns peemedebistas apontam que Cunha tem consciência de que sua imagem começa a se consolidar como a “novidade política dos últimos anos”. Os peemedebistas, em reservado, indicam também que o presidente da Câmara não abrirá mão deste conceito, se apaziguando em relação ao Planalto, mesmo que isso crie situações embaraçosas para o vice-presidente Michel Temer.

Além disso, Cunha e o PMDB são considerados os únicos capazes de formar maioria na Câmara para a aprovação de qualquer matéria. “O PMDB é um partido que consegue congregar no seu entorno uma maioria no Congresso. O PT não é capaz de fazer isso. Daí esta cessão de poder”,  aponta Couto.

“Existem aspectos ligados às atitudes do PMDB hoje que a gente não pode ignorar. Estamos em um momento de crise, um momento ruim para o país, e o PMDB quer se descolar. É claro que tem alguém lá dentro que quer isso e já esteja dizendo: vamos nos descolar, até porque é um partido gigante. Tem gente dizendo no PMDB: sou eu”, exemplificou Dantas. “Os sinais já estão sendo dados de que o PMDB deverá ter candidato em 2018”, considerou Dantas.

Veja os políticos que foram citados na Operação Lava Jato:

Antes de aparecer na lista de Janot, Renan Calheiros disse que não conhecia Youssef ou envolvidos na Lava Jato

Antes de aparecer na lista de Janot, Renan Calheiros disse que não conhecia Youssef ou envolvidos na Lava Jato

Foto: Câmara dos Deputados/Gustavo Lima

O ex-presidente e senador pelo PTB de Alagoas, Fernando Collor, é acusado de ter recebido dinheiro de Yousseff

O ex-presidente e senador pelo PTB de Alagoas, Fernando Collor, é acusado de ter recebido dinheiro de Yousseff

Foto: Reprodução

Presidente da Câmara, Eduardo Cunha está entre os que serão investigados na Lava Jato

Presidente da Câmara, Eduardo Cunha está entre os que serão investigados na Lava Jato

Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

Senador pelo PMDB do Maranhão e ex-ministro das Minas e Energia de Dilma, Edison Lobão é investigado em inquérito que envolve a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB)

Senador pelo PMDB do Maranhão e ex-ministro das Minas e Energia de Dilma, Edison Lobão é investigado em inquérito que envolve a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB)

Foto: CÉLIO AZEVEDO/AGÊNCIA SENADO – 15.5.2007

Senadora pelo PT do Paraná ex-ministra da Casa Civil de Dilma, Gleisi Hoffman foi citada em delação premiada da Lava Jato

Senadora pelo PT do Paraná ex-ministra da Casa Civil de Dilma, Gleisi Hoffman foi citada em delação premiada da Lava Jato

Foto: Facebook

Alvo de inqúerito, Antônio Anastasia é senador pelo PSDB de Minas Gerais, ex-governador do Estado e foi coordenador de campanha de Aécio à Presidência

Alvo de inqúerito, Antônio Anastasia é senador pelo PSDB de Minas Gerais, ex-governador do Estado e foi coordenador de campanha de Aécio à Presidência

Foto: daniel de cerqueira – 7.11.2014

Senador pelo PP do Piauí, Ciro Nogueira teve dois inquéritos arquivados, mas é alvo de um terceiro, que envolve outras 36 pessoas

Senador pelo PP do Piauí, Ciro Nogueira teve dois inquéritos arquivados, mas é alvo de um terceiro, que envolve outras 36 pessoas

Foto: Agência Brasil

Lindberg Farias, senador pelo PT do RJ, é suspeito de ter pedido dinheiro a Paulo Roberto Costa

Lindberg Farias, senador pelo PT do RJ, é suspeito de ter pedido dinheiro a Paulo Roberto Costa

Foto: Futura Press

Ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) é citada também no inquérito contra o senador Edison Lobão (PMDB-MA)

Ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB) é citada também no inquérito contra o senador Edison Lobão (PMDB-MA)

Foto: BETO BARATA/AGência ESTADO – 4.1.2011

Deputado pelo PP da Paraíba, Aguinaldo Ribeiro fio ministro das Cidades durante o governo Dilma

Deputado pelo PP da Paraíba, Aguinaldo Ribeiro fio ministro das Cidades durante o governo Dilma

Foto: Divulgação

Vilson Covatti foi deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul até janeiro de 2015

Vilson Covatti foi deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul até janeiro de 2015

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PT de São Paulo e ex-líder do governo Lula, Cândido Vaccarezza teria recebido R$ 400 mil em propina

Deputado federal pelo PT de São Paulo e ex-líder do governo Lula, Cândido Vaccarezza teria recebido R$ 400 mil em propina

Foto: Agência Brasil

Alvo de inquérito, Humberto Costa é senador pelo PT de Pernambuco e foi ministro da Saúde durante o governo Lula

Alvo de inquérito, Humberto Costa é senador pelo PT de Pernambuco e foi ministro da Saúde durante o governo Lula

Foto: Divulgação

Senador pelo PMDB de Roraima, Romero Jucá foi líder dos governos FHC e Lula

Senador pelo PMDB de Roraima, Romero Jucá foi líder dos governos FHC e Lula

Foto: Agência Senado

Senador pelo PMDB de Rondônia, Valdir Raupp foi governador de Rondônia e líder do partido

Senador pelo PMDB de Rondônia, Valdir Raupp foi governador de Rondônia e líder do partido

Foto: Divulgação

Ex-ministro da Casa Civil de Dilma Rousseff, Antônio Palocci terá suas condutas investigadas pela Polícia Federal no Paraná, para onde o STF mandou o inquérito

Ex-ministro da Casa Civil de Dilma Rousseff, Antônio Palocci terá suas condutas investigadas pela Polícia Federal no Paraná, para onde o STF mandou o inquérito

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil – 2.1.11

Tesoureiro do PT, João Vaccari Neto é alvo do processo que envolve 37 pessoas

Tesoureiro do PT, João Vaccari Neto é alvo do processo que envolve 37 pessoas

Foto: Agência Brasil

Deputado federal pelo PP de Mato Grosso, Pedro Henry foi condenado no processo do mensalão

Deputado federal pelo PP de Mato Grosso, Pedro Henry foi condenado no processo do mensalão

Foto: Agência Brasil

Deputado federal pelo PMDB do Ceará, Aníbal Gomes é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Deputado federal pelo PMDB do Ceará, Aníbal Gomes é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Foto: Divulgação/Governo Municipal de Acaraú

Deputado federal pelo PP do Rio de Janeiro, Simão Sessim ocupa o cargo desde a década de 1970

Deputado federal pelo PP do Rio de Janeiro, Simão Sessim ocupa o cargo desde a década de 1970

Foto: Agência Câmara

Ex-deputado federal pelo PP de Pernambuco, teve seu mandato cassado na esteira do escândalo do mensalão

Ex-deputado federal pelo PP de Pernambuco, teve seu mandato cassado na esteira do escândalo do mensalão

Foto: Agência Brasil

Deputado federal pelo Solidariedade da Bahia, Luiz Argôlo chegou a ter sua cassação aprovada pelo Conselho de Ética da Câmara

Deputado federal pelo Solidariedade da Bahia, Luiz Argôlo chegou a ter sua cassação aprovada pelo Conselho de Ética da Câmara

Foto: Agência Câmara

Deputado federal pelo PP do Paraná, Nelson Meurer é presidente do partido no Estado

Deputado federal pelo PP do Paraná, Nelson Meurer é presidente do partido no Estado

Foto: Agência Câmara

Deputado pelo PP do Acre, Gladson Cameli é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Deputado pelo PP do Acre, Gladson Cameli é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Foto: Agência Câmara

Deputado federal pelo PP de Goiás, Roberto Balestra é investigado no maior inquérito, que envolve 37 pessoas

Deputado federal pelo PP de Goiás, Roberto Balestra é investigado no maior inquérito, que envolve 37 pessoas

Foto: Divulgação

Deputado federal pelo PP de Goiás, Sandes Júnior, é alvo do maior inquérito da Operação, com 37 investigados

Deputado federal pelo PP de Goiás, Sandes Júnior, é alvo do maior inquérito da Operação, com 37 investigados

Foto: Divulgação

Deputado federal pelo PT do Mato Grosso, Vander Loubet é investigado em inquérito que inclui o deputado Cândido Vaccarezaa (PT-SP)

Deputado federal pelo PT do Mato Grosso, Vander Loubet é investigado em inquérito que inclui o deputado Cândido Vaccarezaa (PT-SP)

Foto: Divulgação

Senador pelo PP do Piauí, Ciro Nogueira teve dois inquéritos arquivados, mas é alvo de um terceiro, que envolve outras 36 pessoas

Senador pelo PP do Piauí, Ciro Nogueira teve dois inquéritos arquivados, mas é alvo de um terceiro, que envolve outras 36 pessoas

Foto: Divulgação

Deputada federal pelo PP de São Paulo, Aline Corrêa consta da lista de 37 investigados de um dos inquéritos da Lava Jato

Deputada federal pelo PP de São Paulo, Aline Corrêa consta da lista de 37 investigados de um dos inquéritos da Lava Jato

Foto: Agência Câmara

Senador pelo PP de Alagoas, Benedito de Lira iniciou sua carreira política no extinto Arena, que apoiava a ditadura militar

Senador pelo PP de Alagoas, Benedito de Lira iniciou sua carreira política no extinto Arena, que apoiava a ditadura militar

Foto: Divulgação

Deputado federal pelo PT de São Paulo, José Mentor foi líder estudantil contrário à ditadura militar

Deputado federal pelo PT de São Paulo, José Mentor foi líder estudantil contrário à ditadura militar

Foto: Divulgação

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, José Otávio Germano é alvo de dois pedidos de instauração de inquérito

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, José Otávio Germano é alvo de dois pedidos de instauração de inquérito

Foto: Divulgação

Deputado federal pelo PP do Ceará, José Linhares Ponte foi padre e usa a experiência de sacerdócio nas campanhas eleitorais

Deputado federal pelo PP do Ceará, José Linhares Ponte foi padre e usa a experiência de sacerdócio nas campanhas eleitorais

Foto: Reprodução

Deputado federal pelo PP de Pernambuco até janeiro de 2015, Roberto Teixeira é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Deputado federal pelo PP de Pernambuco até janeiro de 2015, Roberto Teixeira é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Foto: Divulgação

Deputado federal pelo PP de Santa Catarina até janeiro de 2015, João Alberto Pizzolatti Junior é alvo do inquérito que envolve outras 36 pessoas

Deputado federal pelo PP de Santa Catarina até janeiro de 2015, João Alberto Pizzolatti Junior é alvo do inquérito que envolve outras 36 pessoas

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP da Bahia até janeiro de 2015, Mário Negromonte foi ministro das Cidades durante o governo Dilma

Deputado federal pelo PP da Bahia até janeiro de 2015, Mário Negromonte foi ministro das Cidades durante o governo Dilma

Foto: Wikimedia

Deputado pelo PP do Maranhão, Waldir Maranhão é investigado no inquérito que envolve outras 36 pessoas

Deputado pelo PP do Maranhão, Waldir Maranhão é investigado no inquérito que envolve outras 36 pessoas

Foto: Facebook/Reprodução

Vice-governador da Bahia, comandada por Rui Costa (PT), João Leão foi deputado federal pelo PP do Estado

Vice-governador da Bahia, comandada por Rui Costa (PT), João Leão foi deputado federal pelo PP do Estado

Foto: Reprodução

Deputado federal pelo PP de Rondônia até janeiro de 2015, Carlos Magno Ramos foi secretário da Casa Civil do ex-governador e hoje senador Ivo Cassol (PP)

Deputado federal pelo PP de Rondônia até janeiro de 2015, Carlos Magno Ramos foi secretário da Casa Civil do ex-governador e hoje senador Ivo Cassol (PP)

Foto: Divulgação

Deputado federal pelo PP da Bahia, Roberto Britto é investigado no inquérito que envolve outras 37 pessoas

Deputado federal pelo PP da Bahia, Roberto Britto é investigado no inquérito que envolve outras 37 pessoas

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, Renato Molling é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, Renato Molling é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, Luis Carlos Heinze é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, Luis Carlos Heinze é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP do Tocantins, Lázaro Botelho é investigado no inquerito que envolve 37 pessoas

Deputado federal pelo PP do Tocantins, Lázaro Botelho é investigado no inquerito que envolve 37 pessoas

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP de São Paulo, José Olímpio se apresenta como missionário da Igreja Mundial do Poder de Deus

Deputado federal pelo PP de São Paulo, José Olímpio se apresenta como missionário da Igreja Mundial do Poder de Deus

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, Afonso Hamm é investigado no inquérito que envolve outras 37 pessoas

Deputado federal pelo PP do Rio Grande do Sul, Afonso Hamm é investigado no inquérito que envolve outras 37 pessoas

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP, Jerônimo Goergen foi vice-líder da bancada do PP na Câmara dos Deputados

Deputado federal pelo PP, Jerônimo Goergen foi vice-líder da bancada do PP na Câmara dos Deputados

Foto: Facebook/Reprodução

Deputado federal pelo PP do Paraná, Dilceu Sperafico é investigado no inquérito que envolve outras 37 pessoas

Deputado federal pelo PP do Paraná, Dilceu Sperafico é investigado no inquérito que envolve outras 37 pessoas

Foto: Twitter/Reprodução

Deputado federal pelo PP de Alagoas, Arthur Lira é filho de Benedito de Lira, também investigado na Lava Jato

Deputado federal pelo PP de Alagoas, Arthur Lira é filho de Benedito de Lira, também investigado na Lava Jato

Foto: Twitter/Reprodução

Deputado pelo PP de Minas Gerais, Luiz Fernando Faria é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Deputado pelo PP de Minas Gerais, Luiz Fernando Faria é investigado no inquérito que envolve 37 pessoas

Foto: Reprodução

Deputado federal pelo PP de Pernambuco, Eduardo da Fonte foi segundo vice-presidente da Câmara e líder do PP na Casa

Deputado federal pelo PP de Pernambuco, Eduardo da Fonte foi segundo vice-presidente da Câmara e líder do PP na Casa

Foto: Divulgação





Compartilhe

Sobre iRadio

O som da sua vida! Uma webrádio online 24 horas por dia, desde 2003! Programação jovem e variada, com o melhor da música dos últimos 10 anos.

Ver outros posts de iRadio

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: “Dilma cedeu os anéis para não entregar os dedos”
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário