Programa de gestão da água de Itaipu é apresentado como solução para São Paulo

Publicado por iRadio em Mundo

Publicado em 12 de abril, 2015 | Nenhum Comentário

O texto abaixo foi retirado em sua íntegra do site Último Segundo, do portal iG.

Agência Brasil

A iniciativa, desenvolvida pela empresa Itaipu Binacional, recuperou municípios da região da usina hidrelétrica, na bacia hidrográfica Paraná 3, no oeste do estado

O programa Cultivando Água Boa, aplicado no Paraná e considerado pelas Nações Unidas (ONU) a melhor prática de gestão da água no mundo neste ano, está sendo apresentado na cidade São Paulo como alternativa para o combate à crise hídrica no estado.

A iniciativa, desenvolvida pela empresa Itaipu Binacional, recuperou municípios da região da usina hidrelétrica, na bacia hidrográfica Paraná 3, no oeste do estado. Em 29 cidades, onde vivem mais de 1 milhão de pessoas, o projeto contou com cerca de 2,4 mil colaboradores e resultou na produção anual de 430 bilhões de litros de água, duas vezes mais que a necessidade da população local.

LEIA MAIS: Governo Alckmin teme ‘ônus político’ e resiste a fixar meta para o Cantareira

E TAMBÉM: Lucro da Sabesp despenca 53% em ano de crise

Para o diretor de Coordenação e Meio Ambiente da Itaipu Binacional, Nelton Friedrich, essa é uma estratégia local para o enfrentamento das mudanças climáticas e para a gestão de bacias hidrográficas, o que pode ajudar, neste momento de crise, a rever a forma de utilização dos recursos hídricos.

“Nós elegemos a unidade bacia hidrográfica’ como território de atuação do programa, porque é assim que a natureza está planejada. A recuperação tem um resultado extraordinário para as pessoas, para os municípios e para o país, porque recupera o solo, a água e a convivência comunitária”, explica.

No início do programa, quando foi implementado nas cinco primeiras microbacias, houve a recuperação de 55 espécies da flora e fauna. “O mais importante é que isso despertou nas próprias comunidades um interesse novo, porque voltaram também [a aparecer] pastos que já não se encontravam mais [na região da usina] e algumas flores”, disse o diretor.

O tratamento da água abrange muitos setores e ações, entre elas a recomposição de mata ciliar, a educação ambiental, a agricultura familiar e a coleta de recicláveis. A educação envolveu merendeiras, professores, pescadores, jardineiros e estudantes. Já o desenvolvimento de uma agricultura orgânica, sem agrotóxicos e sustentável, resultou no percentual de 70% da merenda escolar sendo fornecida pela produção local de alimentos.

A inclusão social e produtiva alcançou ainda comunidades indígenas e quilombolas, incentivando não só o cultivo de alimento, mas também a instalação de centros de artesanato e apoio para infraestrutura. “Há uma forte ação educacional e construção de uma cultura da água, da cultura de sustentabilidade, com ênfase nos nexos da água com a produção de energia, a produção de alimentos e a sustentação da comunidade de vida”, apresentou a Itaipu.

O secretário do Verde e Meio Ambiente, Wanderley Meira, disse que a educação ambiental é importante sobretudo na primeira infância. Ele destacou ainda que a cidade de São Paulo exige que tudo seja em grande escala, o que seria um desafio para implementação de programas como este.

“Também é importante frisar que, na cidade de São Paulo, quem cuida da água, tanto do seu manejo, do tratamento, do abastecimento e do acondicionamento é a Sabesp”, acrescentou. Apesar disso, ele observou que há ações que podem ser executadas pelo governo municipal. “Tem, sim, um papel da prefeitura, mas muito mais de educação ambiental e de preparar a população para o uso mais adequado do consumo do que necessariamente na operação da água.”

A comunidade poderá conhecer mais sobre o programa Cultivando Água Boa em uma exposição gratuita que está aberta no Museu Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP).

Vaca caminha pela Represa Jacareí, no dia 29 de janeiro: normalmente ali teria água

Vaca caminha pela Represa Jacareí, no dia 29 de janeiro: normalmente ali teria água

Foto: Futura Press

Situação calamitosa da Represa Jacareí, parte do Sistema Cantareira, no dia 29 de janeiro

Situação calamitosa da Represa Jacareí, parte do Sistema Cantareira, no dia 29 de janeiro

Foto: Futura Press

Carro no meio na Atibainha devido ao baixo nível da represa: cenário desolador

Carro no meio na Atibainha devido ao baixo nível da represa: cenário desolador

Foto: Futura Press

Pedalinhos inutilizados na Represa Atibainha, parte do Cantareira, em janeiro

Pedalinhos inutilizados na Represa Atibainha, parte do Cantareira, em janeiro

Foto: Futura Press

Represa Atibainha, em janeiro de 2015

Represa Atibainha, em janeiro de 2015

Foto: Futura Press

Lixo surge na Represa de Atibainha, em janeiro

Lixo surge na Represa de Atibainha, em janeiro

Foto: Futura Press

Em protesto contra a falta de água, governador Geraldo Alckmin é ironizado por manifestantes (26/01/2015)

Em protesto contra a falta de água, governador Geraldo Alckmin é ironizado por manifestantes (26/01/2015)

Foto: AP Photo

Em São Paulo, moradores organizaram uma passeata contra a falta de água

Em São Paulo, moradores organizaram uma passeata contra a falta de água

Foto: AP Photo

Moradores protestam contra a falta de água em São Paulo (26/01/2015)

Moradores protestam contra a falta de água em São Paulo (26/01/2015)

Foto: AP Photo

Protesto 'Banho Coletivo na casa do Alckmin', na manhã desta segunda-feira (23), em frente ao Palácio dos Bandeirantes

Protesto ‘Banho Coletivo na casa do Alckmin’, na manhã desta segunda-feira (23), em frente ao Palácio dos Bandeirantes

Foto: Futura Press

Falta de água em São Paulo se agrava e motiva protestos

Falta de água em São Paulo se agrava e motiva protestos

Foto: AP Photo

Represa do Jaguari, na cidade de Vargem, em setembro; veja mais imagens da situação dos reservatórios do Sistema Cantareira

Represa do Jaguari, na cidade de Vargem, em setembro; veja mais imagens da situação dos reservatórios do Sistema Cantareira

Foto: Luiz Augusto Daidone/Prefeitura de Vargem

Represa do Jaguari, na cidade de Vargem, em foto de setembro

Represa do Jaguari, na cidade de Vargem, em foto de setembro

Foto: Luiz Augusto Daidone/Prefeitura de Vargem

Represa do Jaguari, na cidade de Vargem, em foto de setembro

Represa do Jaguari, na cidade de Vargem, em foto de setembro

Foto: Luiz Augusto Daidone/Prefeitura de Vargem

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Foto: Futura Press

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Foto: Futura Press

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Foto: Futura Press

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Obras do Sistema Cantareira no segundo volume morto

Foto: Futura Press

 Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Foto: Futura Press

 Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Foto: Futura Press

 Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Foto: Futura Press

 Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Foto: Futura Press

 Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Foto: Futura Press

 Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Foto: Futura Press

 Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Seca no reservatório do Rio Jacareí, em Joanópolis, São Paulo

Foto: Futura Press

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Sistema Cantareira tem o menor nível em duas décadas

Foto: Patricia Stavis






Compartilhe

Sobre iRadio

O som da sua vida! Uma webrádio online 24 horas por dia, desde 2003! Programação jovem e variada, com o melhor da música dos últimos 10 anos.

Ver outros posts de iRadio

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: Programa de gestão da água de Itaipu é apresentado como solução para São Paulo
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário